Proteção ao meio ambiente

Proteção ao meio ambiente

Meio ambiente é uma das principais bandeiras defendidas pelo deputado federal Júlio Delgado (PSB/MG). Na sua visão, as políticas de proteção ambiental, associadas aos investimentos na área, são as garantidoras do bem-estar social. Isso é, contribui para o aumento da expectativa e da qualidade de vida da população ao mesmo tempo em que preserva o país para medidas voltadas à sustentabilidade.

O parlamentar mineiro tem ações no âmbito nacional e também regional quando o assunto é meio ambiente. Entre os principais legados da sua atuação política está a construção do Jardim Botânico de Juiz de Fora. O espaço, que fica na Mata do Krambeck, uma enorme área de Mata Atlântica em perímetro urbano, estava prestes a ser entregue para a iniciativa privada, para a construção de um condomínio de alto padrão. Com grande articulação de Júlio Delgado – com apoio de parlamentares ligados à causa do Meio Ambiente de todo o Brasil – o espaço foi adquirido e doado para a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) para a construção do parque.

Inaugurado em 2019, o Jardim Botânico já é o principal ponto turístico da cidade da Zona da Mata de Minas Gerais, além de ser uma área para fomento e pesquisa para os acadêmicos da universidade.

Na atual legislatura, Júlio Delgado atua ativamente na busca pela segurança da atividade mineral no país, de forma que a atividade econômica seja viável ao mesmo tempo em que haja garantias de preservação de vidas e da própria natureza.

No conhecido Crime de Brumadinho, resultado do rompimento da barragem B1, do Córrego do Feijão, que pertence à Vale e matou 272 pessoas em janeiro de 2019, Júlio Delgado teve participação fundamental. Foi por iniciativa dele que a discussão sobre o caso chegou quase que imediatamente ao Congresso Nacional, através da mobilização para constituir uma Comissão Externa para acompanhar as investigações das autoridades. Júlio foi o relator e, posteriormente, presidente de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que culminou no indiciamento de pessoas e empresas envolvidas no caso.

Paralelo a este trabalho de investigação, o parlamentar mineiro assinou e subscreveu projetos de lei que garantem mais segurança na atividade de exploração mineral no país. Além de, claro, garantir a preservação do meio ambiente.

Aliás, Júlio Delgado foi um dos mais ferozes críticos à política ambiental do presidente Jair Bolsonaro (PL), realizada através do ministro Ricardo Salles. Por diversas vezes, ele criticou e pediu investigações sobre o papel do ministro, considerado defensor de interesses escusos.

Júlio também é conhecido por representar o país em discussões internacionais acerca da necessidade de preservar o meio ambiente. Em 2017, por exemplo, ele esteve na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a COP 23, que aconteceu na Alemanha.

Entre em contato comigo!