Reprovação a Temer sobe para 70%

A pesquisa encomendada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) para avaliar a imagem do governo federal confirma o que Michel Temer finge não enxergar: a imensa maioria dos brasileiros não reconhece sua administração. De acordo com dados do Ibope, 70% da população reprovam o atual presidente, e apenas 5% aprovam seu governo. O índice de insatisfação da sociedade com Michel Temer é o maior registrado desde a redemocratização do país. Nas medições feitas pelo Ibope nos últimos 31 anos, só Temer chegou a níveis tão baixos. Ele já superou as rejeições de José Sarney, seu companheiro de partido, e Dilma Rousseff. Sarney tinha 7% de aprovação em 1989, nos últimos suspiros de seu mandato, enquanto a popularidade de Dilma chegou a 9% em dezembro de 2015, a poucos meses do fim de seu governo. “O atual presidente é um “morto-vivo” no poder, que se sustenta distribuindo dinheiro do contribuinte em emendas parlamentares para comprar o apoio que não existe nas ruas. Os recursos para isso, entretanto, estão perto do fim, como também já mostrou a imprensa. Breve o presidente irá colher os frutos de ter os cofres vazios, falta de apoio político e forte rejeição popular”, afirma o deputado Júlio Delgado

Saiba mais clicando aqui.