Júlio Delgado solicita apoio ao Governo Alemão para a CPI de Brumadinho

O deputado federal Júlio Delgado (PSB/MG), presidente da CPI de Brumadinho, esteve na manhã desta quarta-feira (29) na Embaixada da Alemanha. O parlamentar foi acompanhado de outros membros da comissão para solicitar ao embaixador Georg Witschel que o Governo Alemão apoie as investigações do crime de Brumadinho, ocorrido em 25 de janeiro.

Em novembro de 2018, a TUV SUD, consultoria de origem alemã e com escritórios no Brasil, emitiu laudos que atestavam a segurança e a estabilidade da barragem do Córrego do Feijão, que se rompeu e resultou na morte de 244 pessoas. Outras 26 ainda estão desaparecidas, conforme último balanço divulgado pelo Corpo de Bombeiros.

Durante o encontro, o embaixador se prontificou a apoiar os trabalhos da CPI. “Ele nos disse que tem grande interesse em ajudar na apuração das causas e dos culpados por este crime. Além disso, quer colaborar, no que for necessário, para evitar que novos desastres ocorram”, disse Júlio Delgado.

Um dos objetivos da Comissão é ouvir a diretoria da Empresa, que tem sede em Munique (Alemanha) para entender as condições à época da emissão do laudo, uma vez que os engenheiros responsáveis obtiveram habeas corpus na Justiça e permaneceram calados durante as audiências públicas. Outros informaram estar fora do país e, por isso, não poderiam colaborar com as investigações em curso.

Conforme combinado na reunião, a Embaixada manterá contato com a Secretaria da CPI e o Itamaraty para eventuais providências.