Júlio Delgado fala de Brumadinho no Dia Mundial da Água

O Dia Mundial da Água, celebrado na sexta-feira (22), foi de reflexão para o Deputado Federal Júlio Delgado. Em sua conta no Facebook, o parlamentar afirmou ser impossível lembrar a data sem citar a recente tragédia ambiental causada pelo rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho.

“Eu poderia falar sobre muitos assuntos que são urgentes. Mas os últimos acontecimentos não permitem que esta data passe em branco sem abordar a situação das águas atingidas pela tragédia em Brumadinho. A ONG SOS Mata Atlântica mostrou, há pouco tempo, que o Rio Paraopeba está com toda a água imprópria para consumo. Outro estudo, apresentado hoje (sexta-feira, 25), aponta que não há nenhum rio brasileiro com qualidade de água própria para consumo humano. Este é um resultado triste, lamentável e revoltante. Para as comunidades no entorno do Paraopeba – e em tantos outros locais – , a água é fonte de vida, conforto e economia, mas se tornou motivo para angústia e tristeza.”

Segundo o deputado, o Dia Mundial da Água é de poucos motivos para comemorar. Mas ele aproveitou a data como oportunidade para lançar um sinal de alerta: “é preciso fechar o cerco contra autoridades e empresários que, ao visarem o lucro, colocam em risco o nosso recurso natural mais importante. É preciso respeitar as nossas águas, antes que seja tarde demais.”

No Congresso, como relator da comissão externa de Brumadinho, Júlio Delgado defende revisar a legislação que envolve as barragens no país. Na sua avaliação, é preciso criar mecanismos para responsabilizar empresas e pessoas envolvidas na segurança destas estruturas.