Júlio Delgado apresenta projeto para suspender cobrança de pedágio dos caminhoneiros

O deputado federal Júlio Delgado (PSB/MG) apresentou, na última quinta-feira (02.04), um projeto de lei para impedir as concessionárias que administram as rodovias estaduais e federais de cobrar pedágios dos caminhoneiros ou das empresas de transporte de cargas. De acordo com o parlamentar, trata-se de uma medida para garantir a manutenção do escoamento de cargas em território nacional, principalmente de itens considerados essenciais, como alimentos, medicamentos e insumos hospitalares.

Com as restrições impostas pelas autoridades para garantir o isolamento social e reduzir a aceleração de novos casos de Covid-19 no País, os motoristas de veículos de carga passaram a sofrer dificuldades na rotina habitual de trabalho, dentre elas a dificuldade de encontrar postos de combustível abertos, incluindo locais para alimentação, descanso e higienização. Para Júlio, o momento exige apoio:

“Precisamos apoiá-los no
que for possível,
especialmente neste
momento em que a
atividade dos caminhoneiros
se mostra primordial
para o abastecimento,
tráfego de utensílios, medicamentos e
insumos da saúde
no Brasil”

Na justificativa do projeto de lei, Júlio Delgado reiterou que não se trata de perdas financeiras para as concessionárias. Isso porque o tráfego rodoviário em toda a malha nacional está reduzido, o que diminui também a necessidade de gastos com manutenção e atendimentos emergenciais.

O projeto foi protocolado via SDR (Sistema de Deliberação Remota) à Mesa Diretora da Câmara Federal na quinta-feira (02.04) e agora segue tramitação.