Lista fechada

“Existem muitas coisas erradas em nossa política, é fato, mas não podemos usar desta máxima para permitir mudanças para a pior. A possibilidade de uma reforma no processo eleitoral voltou a ganhar força, principalmente por causa dos escândalos revelados em operações como a Lava Jato. A novidade agora é a intenção, de uma ala do congresso, de alterar o sistema de votos para a lista fechada. Nesta modalidade, o eleitor não vota em seu candidato, e sim em um grupo estabelecido pelos partidos. Sou radicalmente contra esta alteração porque ela obriga o eleitor a votar em representantes definidos pelas lideranças partidárias. Mesmo sem querer, poderemos estar contribuindo para manter no poder políticos impopulares envolvidos em escândalos. Querem tirar dos brasileiros o poder de escolha. A sociedade deve se posicionar contra esta e outras propostas que enfraquecem a nossa democracia.”

 

Júlio Delgado